1.0 FINALIDADE

O processo de desenvolvimento das Normas da UL visa ser um processo aberto, em que uma variedade de interesses é mobilizada no desenvolvimento de normas de consenso com base científica e em tempo oportuno visando cumprir a missão da UL. Este documento pretende auxiliar os participantes neste esforço.

2.0 ESCOPO

As declarações dos princípios contidos neste Código de ética foram preparadas para orientar a conduta dos participantes das atividades de desenvolvimento das Normas da UL para cumprir com as mais altas normas éticas e legais. Este Código de ética aplica-se a todos os participantes do processo de desenvolvimento das Normas da UL, incluindo os membros do Painel Técnico de Normas (STP, na sigla em inglês). É essencial que todos os participantes do Processo de Desenvolvimento de Normas da UL estejam em conformidade com esses princípios. Esses princípios não pretendem oferecer uma orientação específica para cada atividade, mas orientar comportamentos éticos, que devem ser observados por todos os participantes em todo o mundo. Onde o Código de ética for específico, ele deve ser seguido exatamente como descrito. Se determinadas situações não são expressamente cobertas, os participantes devem considerar o espírito deste Código de ética na determinação do curso de ação mais apropriado. A UL leva muito a sério a violação do Código de ética. As violações deste Código podem resultar em um cancelamento imediato da filiação ao STP.

3.0 RESPONSABILIDADE

3.1 Os participantes devem agir de forma honesta e com boa-fé, visando os melhores interesses do Processo de desenvolvimento das Normas da UL. Embora seja reconhecido que diferenças legítimas de opinião existem, com frequência, em questões individuais, todos os participantes devem trabalhar em um esforço construtivo, respeitável e colaborativo para resolver tais diferenças.

3.2 Os participantes devem considerar todos os pontos de vista.

3.3 Em todas as discussões, debates e deliberações dentro do Processo de desenvolvimento das Normas da UL, os participantes devem restringir seus comentários aos méritos e fundamentos das questões sendo revisadas. Embora os participantes possam defender com zelo seus pontos de vista e posições, eles devem abster-se de debates e discussões que sejam desrespeitosos, ameaçadores ou de tom não profissional ou que sejam personalizados ou ofensivos para outros participantes e danosos para o processo em geral para atingir um consenso.

3.4 Os participantes devem tomar as etapas apropriadas para garantir que qualquer declaração pública, seja escrita ou oral, que não sejam declarações oficiais da UL, seja apresentada de forma apropriada conforme a opinião ou posição daquele participante individual. Os participantes devem abster-se de declarações que enganam o público.

3.5 Os membros do STP têm a obrigação contínua de fornecer à UL informações oportunas, precisas e completas sobre suas qualificações, as afiliações da organização e a classificação de interesses.

3.6 Os Membros do STP classificados como de Interesse Geral compõem uma categoria de consultores e especialistas independentes que geralmente não têm aliança com negócios particulares ou interesse comercial. Por vezes, no entanto, os consultores independentes dessa categoria podem ser contratados por um cliente para representá-lo em uma questão ou questões específicas diante do STP. Nesse sentido, o consultor deve declarar os interesses do STP em tempo hábil e abster-se de votar em qualquer proposta relativa à(s) questão(ões) em que os interesses do cliente e do consultor estão ou podem estar envolvidos.

3.7 Os Membros do STP recebem, frequentemente, fundos de seus empregadores, organizações ou de outras fontes pela participação no Processo de desenvolvimento das Normas da UL, e eles têm uma obrigação afirmativa e contínua de declarar essas fontes de fundos para a UL. Além dessas fontes declaradas de fundos, os Membros do STP não devem solicitar ou aceitar brindes, gentilezas ou transferências de benefícios econômicos, exceto brindes não solicitados ou outros benefícios de valor nominal, por exemplo, USD 100,00 ou menos, de pessoas, grupos ou organizações relacionados ao STP ou sob quaisquer circunstâncias em que o benefício seria ou poderia parecer concedido ou aceito para propósitos de influência de atividades de membros com o Processo de desenvolvimento de Normas do STP. Esta Seção não pretende proibir reembolsos autorizados pela UL por viagem e despesas de membros do STP, nem honorários autorizados pagos pela UL.

3.8 Os participantes devem tratar todas as pessoas com respeito e imparcialidade e não devem oferecer ou parecer oferecer tratamento preferencial a qualquer pessoa ou grupo.

3.9 Os participantes devem abster-se de falsa disseminação ou informação enganosa ou de reter informações necessárias para uma consideração total, justa e completa das questões.

3.10 Os participantes não devem assediar, ameaçar ou coagir qualquer Membro do STP com a intenção de persuadir ou influenciar votos. Isto não impede comunicações profissionais e respeitosas que contêm informações e/ou perspectivas presentes destinadas a persuadir outros Membros do STP para emprestar seu suporte ou oposição em questões, propostas, etc.

4.0 POLÍTICA DE PATENTES

Os participantes devem estar em conformidade com a Política de Patentes da UL, conforme especificado nos Regulamentos aprovados que regem os Painéis Técnicos de Normas da UL/ANSI .

5.0 DIREITOS AUTORAIS

5.1 Os participantes devem respeitar os direitos autorais da UL e os direitos autorais de outros indivíduos e organizações.

5.2 Os materiais, Normas, revisões, boletins e atas de reuniões referentes às Normas da UL, usados no todo ou em parte, são protegidos por leis de direitos autorais nacionais e internacionais. Esses materiais não devem ser duplicados, distribuídos ou usados em conflito com os termos definidos neste documento ou sem consentimento prévio da UL.

5.3 Ao desenvolver as Normas da UL ou materiais referentes às normas, os participantes não têm permissão para incluir material de direito autoral de outra organização em qualquer Norma da UL ou documento referente às normas, a menos que a UL tenha recebido autorização do detentor do direto autoral do material. Isso inclui cópia em papel ou em meios eletrônicos, Intranet, Internet ou qualquer outro formato. Sendo obtida a autorização do detentor do direito autoral do material, pode ser solicitada a inclusão de um reconhecimento ou outra informação no documento da UL como uma condição de uso.

6.0 USO DE NOME CORPORATIVO OU INFLUÊNCIA

Os participantes não devem usar o nome ou a influência da UL para propósitos pessoais.

7.0 BUSCA POR ORIENTAÇÃO E RELATO DE VIOLAÇÕES POTENCIAIS

7.1 Orientação - Os membros do STP devem consultar o Randi Myers, Gerente de Operações de Normas, (Randi.K.Myers@ul.com)se tiverem alguma dúvida ou preocupação em relação a este Código de ética ou na determinação de um curso de ação apropriado.

7.2 Comunicação - Os participantes podem reportar questões em relação a violações do Código de Ética para o Randi Myers, Gerente de Operações de Normas, (Randi.K.Myers@ul.com) que revisará a questão e tomará as ações apropriadas conforme necessário.

CodeOfEthics_V2_2015